Tabelião de Notas e Protesto de Barueri adere ao projeto Legado Solidário

Faça parte você também! Ao fazer um testamento é possível deixar parte de seus bens a instituições filantrópicas que atendem pessoas carentes.

Às vezes desejamos fazer o bem e não sabemos como. Em algumas fases da vida não encontramos tempo para nos dedicarmos a algum projeto social como gostaríamos e fica aquele sentimento de que poderíamos fazer mais. O projeto Legado Solidário é uma forma de garantir que sua vontade de ajudar ao próximo se concretize.

Desde 31 de março, o Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo (CNB-SP), implementou o projeto Legado Solidário visando a estimular, quando da realização de um testamento público em Tabelionato de Notas, que os testadores conheçam a possibilidade de deixar um legado em favor de alguma instituição filantrópica, especialmente aquelas dedicadas à proteção da saúde e educação. “O projeto legado solidário, inspirado em iniciativa semelhante na Espanha, visa a proporcionar uma oportunidade para exercermos nossa solidariedade de forma segura e consciente, por meio do testamento público lavrado em tabelião de notas, contribuindo – assim – para o bem-estar da sociedade”, destaca Ubiratan Guimarães.

Sempre que orientar a lavratura de testamentos públicos, o tabelião informará aos usuários que eles poderão beneficiar quaisquer pessoas que desejem, observadas as restrições legais, ou também, deixar legados a alguma instituição filantrópica. Após a manifestação da vontade, o tabelião incluirá no testamento a eventual disposição patrimonial em favor da entidade filantrópica escolhida e consultará o usuário sobre a conveniência de cientificar a instituição favorecida.

Por ora, as entidades que firmaram acordo com o CNB-SP são o Instituto Ayrton Senna e a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), mas a escolha fica a critério do testador, que poderá indicar qualquer outra instituição que deseje. É importante ressaltar, ainda, que essa iniciativa do notariado brasileiro visa a introduzir na sociedade brasileira a cultura da doação aos menos favorecidos, pela via institucional, o que já é comum noutros países do mundo, não obstante se tenha a percepção de que o cidadão brasileiro – individualmente – é bastante solidário.

Como participar do projeto

Consulte o tabelião de sua confiança e saiba como participar do projeto por meio da realização do testamento público em Cartório de Notas. Nosso e-mail é tabeliao@tabeliaodebarueri.com.br, telefone 4166.7777 e também é possível comunicar-se em nossas Redes Sociais.