Prêmio Master de Tecnologia Notarial consagra Tabeliães de todo o País


Primeira edição da láurea tecnológica do CNB-CF conta com 23 vencedores em quatro diferentes categorias e seis Estados da Federação condecorados.

Rio de Janeiro (RJ) – Em mais uma ação inédita em comemoração aos 450 anos de instituição da atividade notarial no País, o Conselho Federal do Colégio Notarial do Brasil (CNB-CF) realizou no dia 1º de outubro a premiação oficial do ‘Prêmio Master de Tecnologia’, criado com o objetivo reconhecer os Tabelionatos que promovem e buscam soluções otimizadas para a prestação de serviços tecnológicos à sociedade.

Em sua primeira edição, o Prêmio consagrou 23 Tabelionatos de Notas de seis Estados da Federação (São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Pernambuco) com a láurea da excelência em tecnologia notarial. Os Cartórios inscritos estiveram distribuídos em quatro categorias respeitando as proporcionalidades municipais, cada uma contendo requisitos especiais para que a unidade fosse condecorada com o Prêmio.

Entre os principais itens avaliados estão a digitalização de acervo, a adequada relação computador-funcionário, efetivo envio das informações obrigatórias à Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (CENSEC), backup, acesso à internet, disponibilização de serviços web ao usuário, além de administração interna para a área de tecnologia. Todos itens estavam proporcionalizados ao tamanho do cartório, ao grupo em que ele está inserido e à população atendida.

O Oficial do Tabelionato de Notas e Protesto de Palhoça (SC), Otávio Guilherme Margarida, premiado no Grupo 2, cartórios de municípios até 200 mil habitantes, relatou que “é fundamental que estejamos com os cartórios modernizados, com ferramentas para atender à população”. “Se não nos atualizarmos, seremos superados por terceiros”, completou. Otávio frisou também que o reconhecimento do Colégio Notarial do Brasil é essencial aos cartórios, pois incentiva aos que foram premiados a continuar o trabalho, e também estimula outras unidades a evoluir neste sentido.

Caroline Feliz Sarraf Ferri, do Serviço Distrital do Portão do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba (PR), premiada no Grupo 4, cartórios de municípios acima de 500 mil habitantes, salientou que a importância do investimento tecnológico tem dois prismas: a eficiência de processos e a comodidade do colaborador, além de estar de acordo com os princípios notariais de conservação. “A premiação dada pelo Colégio Notarial do Brasil é uma medida extremamente importante para valorizar os notários e as equipes, pois é um projeto coletivo. O prêmio vem coroar a colaboração das equipes”, disse Caroline.

Para o registrador Ricardo Luiz Zolio Gonzaga, do Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelionato de Notas de Sabino (SP), premiado no Grupo 1, cartório de município até 50 mil habitantes, é fundamental prestar um serviço de qualidade, e para isto faz-se necessário o uso do sistema tecnológico. “Este prêmio mostra que o esforço que fazemos, tanto financeiro, quanto esforço humano, é reconhecido, ainda mais por se tratar de uma serventia pequena”, declarou o registrador.

Um dos vencedores do Grupo 3, cartórios de municípios até 500 mil habitantes, Márcio Henrique Martins de Almeida, Tabelião do 2º Ofício de Notas de Vitória (ES) destacou que “considera importante manter a tecnologia dos cartórios implementando cada vez mais, sempre os mantendo atualizados e buscando o aprimorando do serviço para a sociedade”. O tabelião também destacou que “o sistema de banco de dados é um dos pontos focais do bom trabalho tecnológico do cartório, pois guarda todas as informações e por isso deve-se fazer backup com os dois hd’s externos”.

Veja abaixo a lista completa dos vencedores:

GRUPO 1 (cartórios de municípios até 50 mil habitantes)
– Cartório de Pinhalzinho (Pinhalzinho/SP): Mauricio da Ponta Junior
– Cartório Cordeirópolis (Cordeirópolis/SP): Gladys Andrea Francisco Caltram
– Escrivania de Paz de Corupá (Corupá/SC): Bráulio Brandão Coelho Vieira
– Cartório Ferraria (Campo Largo/PR): Luis Flavio Fidelis Gonçalves
– Tabelião de Notas e de Protesto de Letras e Títulos (Bariri/SP): Benedito Coralino Pereira
– Tabelionato de Notas e Protesto (Videira/SC): Maria Teresa Huttel Kindler
– Serviço Distrital de Reserva do Iguaçu (Reserva do Iguaçu/PR): Erondi de Oliveira Soares
– Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelionato de Notas de Sabino (Sabino/SP): Ricardo Luiz Zolio Gonzaga

GRUPO 2 (cartórios de municípios até 200 mil habitantes)
– 2º Tabelião de Notas e de Protesto de Letras e Títulos da Comarca de Matão (Matão/SP): Tarcisio Alves Ponceano Nunes
– Segundo Ofício de Notas e Protestos (Paudalho/PE): Mônica Machado Campos
– 1º Tabelião de Notas e Protesto de Avaré (Avaré/SP): Pauliana Pinheiro da Cruz da Ponta
– Tabelionato de Notas e Protesto de Palhoça (Palhoça/SC): Otávio Guilherme Margarida

GRUPO 3 (cartórios de municípios até 500 mil habitantes)
– 1º Tabelionato de Notas e Protestos de Novo Hamburgo – Fischer (Novo Hamburgo/RS): José Flávio Bueno Fischer
– 1º Tabelião de Notas e de Protesto de Letras e Títulos de São Carlos (São Carlos/SP): Márcio Campacci
– Tabelião Del Guércio (Itaquaquecetuba/SP): Arthur Del Guércio Neto
– 3° Tabelião de Notas e Protesto de Bauru (Bauru/SP): Demades Mario Castro
– Tabelionato de Notas e Protesto de São José (São José/SC): Fernanda Isabel Wissel
– 2° Tabelião de Notas de São José Do Rio Preto (São José do Rio Preto/SP): Célio Caus Júnior
– Cartório do 2° Ofício de Notas do Juízo de Vitória (Vitória/ES): Márcio Henrique Martins De Almeida

GRUPO 4 (cartórios de municípios acima 500 mil habitantes)
– 26º Tabelionato de Notas de São Paulo (São Paulo/SP): Paulo Roberto Gaiger Ferreira
– Quinto Tabelião de Notas de Ribeirão Preto (Ribeirão Preto/SP): Inez Faleiros Macedo
– 12º Tabelionato de Notas de Porto Alegre (Porto Alegre/RS): Rafael Leocádio dos Santos Neto
– Serviço Distrital do Portão do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba (Curitiba/PR): Caroline Feliz Sarraf Ferri

Fonte: CNB-CF