Prefeitura alerta para as doenças causadas pelos ratos no período de chuvas

A Coordenadoria de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Barueri, por intermédio do seu departamento de Controle de Zoonoses, está solicitando à população para que ajude a evitar a infestação de roedores acima dos níveis aceitáveis. Neste período do ano, observa-se um aumento da população de ratos por causa das constantes chuvas que alagam as suas tocas fazendo com que eles procurem abrigo e alimentação nas residências.

Os ratos são transmissores potenciais, de maneira direta ou indireta, de diversos tipos de doenças que podem ser fatais – entre elas a leptospirose, que é passada às pessoas que entram em contato com a sua urina contaminada misturada à água ou lama, que penetra pelas mucosas ou pele machucada. Outras doenças causadas pelos ratos são: peste bubônica, tifo murino, febre do rato, triquinose, sarnas e micoses, salmoneloses, ocasionada por alimentos contaminados pelos ratos de esgoto e hantavirose, que são transmitidas pela urina e saliva.

Como evitar
A Vigilância em Saúde de Barueri tem um programa de controle de roedores, com agentes treinados para evitar a sua proliferação, mas os moradores têm que colaborar nesse combate ao não proporcionar-lhes condições de sobrevivência, adotando medidas como:

1- Manter a sua casa, quintal e arredores limpos eliminando entulhos de construção, galhos, troncos, pedras e outros objetos inservíveis, pois servem de abrigo a roedores;

2- Os produtos alimentícios armazenados no interior dos domicílios devem ser conservados em recipientes fechados à prova de roedores e a 40 cm do solo;

3- Manter pratos e utensílios de cozinha limpos, sem restos de comida, que devem ter a destinação adequada;

4- Não deixar comida na vasilha do seu animal, principalmente à noite. Os ratos costumam se alimentar destes restos e podem transmitir doenças a eles;

5- Armazenar o lixo em sacos plásticos e deixá-los em locais elevados do solo. Este lixo deve ser colocado na rua quase no horário da sua coleta;

6- Jamais jogar lixo e entulho em terrenos baldios, margens de córregos, bueiros, ruas e galerias de esgoto, evitando fornecer alimento e abrigo aos roedores;

7- Manter cultivos ou jardins sem amontoados de vegetação. Cortar a grama e arbustos densos ao redor de casa, num raio de pelo menos 50 metros;

8- Vedar fendas, aberturas de aeração, entradas de condutores de eletricidade ou vãos de adutores de qualquer natureza, superiores a 0,5 cm, com lâmina de metal, argamassa ou tela metálica, dependendo do caso.

9- Ambientes que permaneceram fechados por algum tempo e que apresente sinais de infestação de roedores devem ser abertos e ventilados por, no mínimo, 30 minutos;

10- Evitar o contato direto com roedores ou suas fezes ou urina. Não tente matá-los;

11- Se observar fezes, ninhos de roedores ou roedores vivos ou mortos dentro de casa, não mexa nestes animais. Descontamine o local com uma solução de água sanitária a 10% e pulverize todos os locais e objetos contaminados. Depois remova as fezes, ninhos ou roedores mortos. Evite varrer ou usar aspirador.

Serviço
Informações ou notificações sobre infestação de ratos podem ser feitas no Departamento Técnico de Controle de Zoonoses, pelo telefone: 4199-3180.

Fonte: Prefeitura de Barueri