Novembro Azul segue com palestras e caminhada

A Campanha Novembro Azul em Barueri, em atenção à saúde do homem e à prevenção ao câncer de próstata, manterá uma programação especial até o fim do mês.

Para o dia 17 (Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata), a Secretaria de Saúde prepara uma mobilização educativa no bulevar central, com orientações e distribuição de informativos sobre o tema e sobre outros tipos de doença. Durante todo o mês, profissionais de saúde ministrarão palestras em empresas, escolas e outras instituições.

Todas as quintas-feiras de novembro, às 9 horas, a UBS Dr. Adauto Ribeiro (Parque dos Camargos) realiza palestras preventivas de câncer de próstata.
Ao longo deste mês, outras UBS realizarão palestras sobre o assunto.

Palestras programadas nas UBS

11 de novembro, 19 horas
– UBS Hermelino Liberato Filho (Jardim Belval)

12 de novembro, 10 horas
– UBS Hélio Berzaghi (Jardim Paulista)

13 de novembro, 14h30 –
UBS Maria Magdalena Macedo (Jardim Santa Cecília)

17 de novembro, das 8 às 12 horas –
UBS José Francisco Caiaba (Aldeia de Barueri)

17 de novembro, 8h –
UBS Amaro José de Souza (Jardim Mutinga)

18 de novembro, 8 horas –
UBS Hélio Berzaghi (Jardim Paulista)

19 de novembro, 8 horas –
UBS Pedro Izzo (Jardim Esperança)

23 de novembro, 19 horas –
UBS Pedro Izzo (Jardim Esperança)

Preconceito com exame dificulta tratamento precoce

Localizada abaixo da bexiga e à frente do reto, a próstata é a glândula auxiliar do sistema genital masculino que produz parte do fluido que compõe o sêmen. Um tumor na próstata pode desenvolver-se rapidamente, espalhar-se para outros órgãos e levar à morte. De acordo com o Instituo Nacional de Câncer, o câncer na próstata é o segundo mais comum entre os homens no Brasil (atrás apenas do câncer de pele): são cerca de 69 mil novos casos por ano.

Como o diagnóstico precoce é essencial para o tratamento, em Barueri a campanha pretende conscientizar a população masculina sobre a necessidade de realizar anualmente os exames preventivos a partir dos 40 anos, já que a maior
incidência da doença é na terceira idade. Para marcar o exame ou saber mais informações sobre o câncer de próstata, basta dirigir-se a qualquer UBS.

Dados da Sociedade Brasileira de Urologia revelam que 51% dos homens nunca consultaram um urologista. Além da falta de informação, o maior entrave – no caso do exame de próstata – é o preconceito machista. Os especialistas informam
que o exame de toque retal não altera em nada a masculinidade, a virilidade ou a potência sexual. É um procedimento indolor e rápido, leva cerca de 5 segundos.

Fonte: Diário de Barueri