Divórcios aumentam em 15% perto do carnaval, diz especialista em direito de família

Especialista em direito de família, o advogado Luiz Fernando Gevaerd diz que a quantidade de divórcios aumenta em 15% perto do carnaval. “Pessoas imaturas se deixam seduzir pela alegria momentânea ou hiper sensualização das comemorações e largam tudo para viver a euforia”, diz. “A conversa antes pode ser útil para flexibilizar e evitar que relações acabem”. Ele conversou com Maria Fortuna.

Muita gente prefere não estar casada no carnaval?

O sentimento de liberdade do carnaval faz as pessoas sentirem o peso do compromisso e das responsabilidades que acompanham o casamento.

Quem pede mais o divórcio nessa época, as mulheres ou os homens?

Antigamente eram as mulheres, mas hoje em dia muitos homens também tomam a iniciativa do divórcio. A causa esmagadora é a infidelidade explícita de um ou de outro.

Depois do carnaval vem o arrependimento?

Após as ressacas vem à solidão e o sentimento de culpa, o que leva ao arrependimento. Mas, o divórcio dificilmente é deixado de lado. Grande parte dos que pedem a separação vão adiante com a decisão, até porque as feridas deixadas pela infidelidade são profundas e nem sempre são superáveis. Outro fenômeno interessante é que, muitas vezes, a rapidez com que são estabelecidos novos relacionamentos impede a reconciliação.

Fonte: O Globo