Declaração em Testamento Vital deve ser respeitada

Lavrado em Cartório de Notas, o documento permite ao cidadão expressar sua vontade em relação à sua saúde.

Diretivas Antecipadas de Vontade (DAV), também conhecida como Testamento Vital, é um documento lavrado em Cartório de Notas que permite ao cidadão expressar sua vontade em relação à sua saúde, estabelecendo como gostaria que fosse tratado em caso de doenças terminais ou acidentes que possam impossibilitá-lo do poder de decisão.

Por esse documento, é possível determinar que a pessoa não deseja submeter-se a tratamento para prolongamento da vida de modo artificial, às custas de sofrimento, ou ainda, deixar claro que se recusa a receber transfusão de sangue em caso de acidente ou cirurgia.

Pesquisa realizada pela Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (Fehoesp) mostra que 96,4% dos entrevistados consideram que a vontade do paciente, manifestada em Testamento Vital, deve prevalecer sobre a vontade de familiares. A maioria dos entrevistados (86,1%) também defende que a vontade dos pacientes deve prevalecer sobre a vontade dos médicos.

Para mais informações, consulte-nos.