Conselho de administração da UINL divulga conclusões de 1ª reunião da nova gestão

Entre os dias 3 e 4 de fevereiro, foi realizada em Roma, na Itália, a primeira reunião do Conselho de Administração da UINL sob a presidência de José Marqueño de Llano. A sessão foi aberta na presença do Diretor Geral dos Registradores e Notários, Francisco Javier Gomes Gálligo, que representou o ministro da Justiça da Espanha, Rafael Catalá Polo; do presidente do Conselho Notarial da União Europeia, José Manuel Garcia Collantes; e do decano do Colégio Notarial de Madri, José Angel Martinez Sanchiz.

A reunião, além de definir a composição da administração e os membros das comissões continentais e intercontinentais, anunciou as seguintes reflexões e decisões:

1. Acompanhamento pós-admissão de novos membros do notariado – A respeito da necessidade de um acompanhamento regular imediatamente após a admissão, a fim de assegurar a aplicação das condições essenciais inerentes à adesão do notariado à UINL e, mais genericamente, o respeito aos princípios fundamentais do notariado.

2. Colaboração com a FAO – Sobre a contribuição da UINL com algumas atividades da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Além dos eventos, a UINL irá implementar sua comunicação com a imprensa, através da FAO e sua rede global e de Internet. A FAO se comprometeu a realizar a tradução do Código de Ética da UINL para as línguas russa e árabe.

3. A auditoria externa das contas da UINL – Por uma questão de legitimidade e transparência e pela luta contra a lavagem de dinheiro e a corrupção, o Conselho de Administração da UINL, com o acordo da tesouraria, apresentará as contas da União para a certificação de uma auditoria e contabilidade externa.

4. Reorganização de grupos de trabalho para a legislatura 2017-2019 – Definição de equipes de trabalho para tratar de temas como Novas Tecnologias, Direito Civil, Força-Tarefa Internacional – Common Law e Combate à Lavagem de Dinheiro

5. Proposta de alteração da execução das decisões da Conferência da Haia – Sobre a presença da UINL nas conferências da Haia, a execução das penas e a inclusão de uma definição a respeito de escritura pública que, até o momento, não foi integrada no projeto da convenção.

6. Tema para debate do próximo Conselho Geral: Blockchains – O próximo tópico de interesse a ser discutido na primeira reunião do Conselho Geral da presente legislatura será Blockchains, novo meio digital que tornaria possível proteger transações financeiras sem a intervenção de qualquer terceiro de confiança ou órgão de fiscalização.

7. Modernização do site da UINL – Sobre a reestruturação total do site da UINL para facilitar o acesso e desenvolver conteúdo. A data de lançamento do novo site será divulgada a todos os membros.

Fonte: CNB/CF