CNB-SP promove encontro com os Tabeliães da Baixada Santista

Primeira edição do projeto “Café com o Presidente” reuniu 16 notários da região da Baixada Santista e debateu assuntos importantes da atividade extrajudicial

Em uma ação inovadora o Colégio Notarial do Brasil – seção São Paulo (CNB-SP) realizou no último sábado (09.05), na cidade de Santos, a primeira edição de sua iniciativa de aproximação e integração dos notários paulistas. O projeto “Café da Manhã com o Presidente”, reuniu na manhã que antecedeu ao curso sobre a Lei 11.441/07 notários de toda a região da Baixada Santista para discutir assuntos institucionais, jurídicos e econômicos da atividade notarial.

O evento, que contou com a participação do presidente do CNB-SP, Ubiratan Pereira Guimarães, e do vice-presidente, Mateus Brandão Machado, foi organizado pelos Delegados Regionais da Baixada Santista, José Henrique do Nascimento, 2º Tabelião de Notas de Santos, Tarcísio Alves Ponceano Nunes, 3º Tabelião de Notas e Protesto de São Vicente e Benedito Roberto Ribeiro, 1º Tabelião de Notas de Santos, e contou com a presença de 16 tabeliães da região.

“O objetivo destes encontros é aproximar os notários, ouvi-los e debater assuntos de interesse de toda a classe e assim criar uma representatividade efetiva do notariado paulista”, explicou o presidente do CNB-SP, Ubiratan Guimarães. Entre as questões debatidas estiveram fatos como a recente cobrança do ISS (imposto sobre prestação de serviço), questões envolvendo papel de segurança e selo de autenticidade e as definições da previdência dos notários paulistas, abordada pelo vice-presidente do CNB-SP.

Para a 8ª Tabeliã de Notas de Santos, Sueli Maria Tumoli “é muito importante que permaneçam encontros como este para esclarecimento de dúvidas, pois muitas vezes não é possível comparecer às reuniões mensais realizadas na Capital”. Durante a reunião, o presidente do CNB-SP também citou as ações atuais do CNB-SP em relação às decisões que possam de alguma forma prejudicar a classe dos notários, ressaltando sempre a necessidade de participação e união.

De acordo com Enildo Valentim, 4º Tabelião de Notas de Santos, “é muito positiva a iniciativa de aproximação para a discussão de assuntos em comum”. Para o Delegado Regional da Baixada Santista, Tarcísio Alves Ponceano Nunes o evento foi importante para a integração da classe. “Interações como está são necessárias, não só para a troca de experiências, mas para debater assuntos como o Ipesp, de tamanha importância para todos nós”, finalizou.

Estiveram presentes na reunião: José Henrique Nascimento, 2º Tabelião de Notas de Santos, Tarcísio Alves, 3º Tabelião de Notas e Protesto de São Vicente, Hércules Jose Duppre, 6º Tabelião de Notas de Santos, Sueli Maria Tumoli, 8º Tabelião de Notas de Santos, Enildo Valentim, 4º Tabelião de Notas de Santos, José Artur Mendes teles, 2º Tabelião de Notas de Cubatão, David Shoji, 1º Tabelião de Notas de Praia Grande, Eledir Nunes, 1º Tabelião de Notas e Protestos de Cubatão, Walmir Mangueira, escrevente do 1º Tabelião de Notas de Itanhaém, Elbert Cervantes, Oficial de Registro de Imóveis, Títulos e Doc. e Civil e Tabelião de Notas de Itanhaém, Nelson Hidalgo, 1º Cartório de Registro Civil de Santos, Fernando Garcia, Tabelião Substituto, 1º Tabelião de Notas e Protestos de São Vicente e Benedito Roberto, 1º Tabelião de Notas de Santos.