A prática notarial na Suíça: profissionais de excelente reputação

Na Suíça, o notário é um profissional de excelente reputação. O número de profissionais varia em cada região e é regulado por critérios diferentes. Confira a entrevista de Regina Wenger, presidente da Federação Suíça dos Notários.

CNB/CF – Como é o acesso à profissão notarial em seu País? Necessita de prática ou algum exame de admissão?

Regina Wenger – Na Suíça, o acesso à profissão notarial varia de região para região. A maioria das localidades exige um diploma universitário em Direito. Além disso, é necessário completar um estágio em cartório e em registro de escrituras. A duração e a organização do estágio também variam de acordo com a região. Na capital, Berna, é necessário completar um estágio de 24 meses. Depois de ter adquirido um diploma de Direito e concluído com êxito o estágio exigido, o candidato é admitido para os exames oficiais de notário. Depois de ter passado em todos os exames, ele é credenciado como um notário.

CNB/CF – Qual é o nível de utilização da tecnologia na atividade prática diária? As escrituras notariais já são realizadas eletronicamente?

Regina Wenger – A maioria dos notários na Suíça usam computadores para preparar os documentos. O ato notarial real, entretanto, ainda é executado à mão. Funciona assim: o notário lê a escritura em voz alta para o cliente ou, se possível, o cliente lê a escritura por si mesmo. Depois, o notário e o cliente assinam a escritura. Neste momento, duas testemunhas entram na sala e atestam que o cliente está ciente do conteúdo da escritura e que ele é capaz de interpretar os documentos criados pelos notários públicos que não são preparados em formato eletrônico.

CNB/CF – Qual é a imagem que a população tem da atividade notarial em seu País? A população vê a importância dessa área para a sociedade?

Regina Wenger – A profissão notarial goza de uma excelente reputação na Suíça. No entanto, muitas pessoas pensam que as taxas notariais são demasiado elevadas.

CNB/CF – Quais são os critérios para a divisão notarial em seu País? Por população, serviço de demanda ou por lei?

Regina Wenger – A população não é um critério para determinar o número de notários na Suíça. Esse número varia em cada região e é regulado por critérios diferentes para se certificar de que não há notários em demasia atuando no mercado.

CNB/CF – Quais os principais atos praticados pelos notários em seu País?

Regina Wenger – O notário é responsável por documentar atos jurídicos e executar cópias de atos oficiais.

Fonte: CNB – CF